Pular para o conteúdo

LG Patenteia Um Móvel Com Dezesseis Câmeras

    LG Patenteia Um Móvel Com Dezesseis Câmeras 1

    Há anos que as empresas de tecnologia começaram a introduzir mais de uma câmera em seus dispositivos móveis. Primeiro, a câmera frontal, após dois pela cota traseira do telefone, mais tarde, veio um protótipo da Nokia com 5 câmeras , e prontamente LG patenteia um aparelho com 16 câmeras.

    A companhia tecnológica pode estar tentando doar passos de gigante e equipar um de seus dispositivos com um excelente número de câmeras. De acordo com LetsGoDigital, a patente de LG parece que vai além do que foi visto até neste instante, e permite escolher o mais querido ângulo para uma imagem depois de tê-la tomado. Ao oposto da maioria dos sistemas com mais de uma câmera, o objetivo é que todas essas câmeras oferecem diferentes ângulos usando a possibilidade de diferentes lentes.

    Tudo, em uma mesma fotografia. Entretanto, a LG não foi o primeiro a anexar 16 câmeras em um mesmo aparelho. Existe Light L16, uma câmera com dezesseis sensores. A patente de LG também combina os diferentes ângulos das câmeras pra criar algo parelho com o Live Photos que executam do iPhone. Também, você poderá utilizar diferentes dados das lentes pra apagar coisas da imagem. Tais como, pra diminuir o fundo de uma fotografia ou uma silhueta.

    Ou modificar quota da imagem pra outro ângulo, usando inteligência artificial para fazer com que a modificação seja excelente. É claro que, de instante, trata-se de uma patente. Portanto, ainda não se sabe se a LG tem o intuito de transformar essa idéia em um produto. Mas, com a disputa pra conduzir ao limite as câmeras de smartphones, talvez um dispositivo com dezesseis câmeras seja somente uma questão de tempo.

    7 de janeiro de 2009.- O dia de reis lembrei-me de uma discussão que tive com um amigo íntimo português quando me mudei de Nova York e Madrid. Os Reis Magos, Melchior, Gaspar e Baltasar, juntamente com seus referenciar e citar. Ao mesmo tempo, Jesus não lhe parecia ilógico, nunca expor com seus filhos de Deus, mas sim apresentar com tanto entusiasmo dos Reis Magos. É mais, quando eu puxei o questão, falou-me: “se eu não acredito em Deus, como vou discursar de Deus”.

    Claro, pensei eu, eu entendo que seria muito árduo para Jesus se lhes expressar de Deus pros bebês e um dia ter que salientar que não apenas ele era um Rei Mago, mas bem como o único Jesus que existia. Mas como me parecia irracional essa pergunta de proteger os Reis Magos por cima do pirralho Jesus, que teoricamente recebia presentes.

    • Gastão Pescoço (conversa) 23:Quarenta e dois de vinte e quatro de março de 2017 (UTC)
    • sessenta e dois Aviso incorreto
    • 124 Pedro Gonzalez-Quiros Ilha e Pedro Quiros Corujo
    • Vídeos promocionais
    • Ação administrativa: Já parou. Deixo aviso. Isha ” 04:29 dezesseis out 2007 (CEST)
    • 8 Kate Quinn (Cindy Dolenc)

    Ou tudo ou nada, pensava eu. E no meu caso era claramente nada. A ideia de mentir a um cara, digamos, até os 7 anos, não tinha muito sentido. Eu acho que mentir ou ser inconsistente deixa seqüelas na educação infantil.

    Mas, quando saí em pesquisa de aliados pra proteger a minha localização, fracassei malvinas. Fiz uma pesquisa informal entre os meus outros amigos espanhóis e localizei que a maioria deles não eram crentes, contudo se lhes contavam a história dos Reis Magos a seus filhos tão convencidos como Jesus.

    O conteúdo foi falado numa excursão de bicicleta de montanha da Serra Pobre e minha aparência ficou sem nenhum suporte. Jesus. Não Deus, contudo se os Reis Magos era o slogan da Penha. Finalmente, espavoridos pelas circunstâncias, peguei alguns daqueles meus 3 filhos e disse-lhes que nem sequer se lhes desenrolar-se revelar a seus colegas que os Reis Magos não existiam.

    Isso sim, lhes esclareci que com Deus não tinham nada com que se preocupar. Sua subsistência poderia ser questionada sem problema. Martin Varsavsky numa foto tirada no edifício da Bolsa de Madrid, há oito anos. Usa, mais pessoas tem acesso online, a média, a educação é mais alta e há menos concorrentes. Portugal, em particular, é muito interessante para empresários estrangeiros, já que como não somos nesse lugar um grupo bem visto por perguntas culturais, encontramos muitos nichos de mercado abertos.

    Marcações: