Pular para o conteúdo

Um Arqueólogo Sob O Mar

    Um Arqueólogo Sob O Mar 1

    O grupo de busca trabalha no projeto Merbots, em que se estudam estilos para o desenvolvimento de um novo robô de intervenção submarino que possa auxiliar os professores em seus estudos subaquáticos. Os trabalhos estão sendo efetuados de modo coordenada por uma HORA, juntamente com o Centro de Pesquisa de Robótica Submarina da Universidade de Girona, e o Grupo de Robótica Submarina da Universidade das Ilhas Baleares.

    É um projeto da aplicação da robótica no ambiente submarino em assuntos de arqueologia submarina, contudo também é um robô, cujas siglas correspondem a: Robôs Cooperativos Marinhos Multifuncionais para Domínios de Intervenção. É financiado pelo Ministério da Economia, Indústria e Competitividade, e cada universidade tem uma especialização em Merbots. Nos dias de hoje, no momento em que a área da atividade é muito profunda e perigosa pra ser levada a cabo por mergulhadores, a alternativa é o exercício de carros operados remotamente (ROV).

    • Quatro Últimos núcleos
    • É de simples adaptação
    • Sneijder –> vinte e cinco milhões de € (em caso de recuperação total da Rede)
    • Periféricos de intercomunicação: modem, portas, etc
    • Tudo sobre Benzema: Notícias, Vídeos, Fotos Tudo sobre isso Bale: Notícias Vídeos Fotos

    Esta é uma solução muito árduo e cara, que requer uma sofisticada infra-suporte de suporte e pessoal especializado. Em resultância, o uso de tecnologia robótica geralmente se limita a operações estratégicas ou de grande valor agregado, como resgate, indústria offshore ou de segurança e defesa. A metodologia Merbots permitiria tarefas de intervenção mais seguras, com baixo custo e operacionalmente mais acessível. Podem ser novas áreas de aplicação, como a arqueologia marinha extenso profundidade, pelo que se podem atingir significativas resultados, não apenas do ponto de vista económico, no entanto assim como científico, social ou cultural.

    Na Vilajoiosa, no fundo do mar, há um barco que corresponde à data romana, Nero, um barco que afundou lá com carga pra reconstrução de tubulação da cidade de Roma. Merbots derramava peça a peça pra poder ser estudada e levar uma fato muito valiosa sobre o sistema de abastecimento de água, no ano sessenta e quatro após Cristo, reflete Raul Moreira. Mas ainda faltam níveis de desenvolvimento pra que esse item possa estar no mercado.

    Aparentemente, esses dois fatores estão dominando o mundo. O pensamento é o entendimento. O discernimento é a experiência. Conhecimento, memória, raciocínio, ação, este é o ciclo em que o homem tem estado confinado durante vinte e cinco 1 mil anos. Acho que isso ninguém pode conversar. Esse passo vem sendo um processo de acumulação de conhecimento e de funcionamento do mesmo, prontamente fora de uma maneira benéfico ou não.

    Esse método é armazenado no cérebro como memória, e a memória responde a partir da ação. Este é o tempo em que o homem se encontra aprisionado, a todo o momento dentro do campo do conhecido. Agora, o que irá alterar o homem?

    Esse é um defeito. O outro é a consciência. A consciência é o teu assunto, e esse assunto de modo a consciência. Todas as superstições, as crenças, as divisões de classes, as impressões brahmánicas1, tudo isto cai dentro do âmbito da consciência.

    Marcações: